O acidente de Fórmula 2 que aconteceu em Spa, em 2019, deixou toda a comunidade do automobilismo chocada. Durante uma corrida, Antoine Hubert perdeu o controle de seu carro e se chocou com as barreiras de proteção. Infelizmente, o piloto de 22 anos não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital.

O acidente também deixou Juan Manuel Correa, que estava atrás de Antoine, gravemente ferido. O carro de Correa acabou batendo nos destroços do acidente anterior e ele sofreu fraturas nas pernas e lesões na coluna vertebral. Ele foi transferido para um hospital na Bélgica, onde passou por uma série de cirurgias.

O que causou o acidente?

As investigações conduzidas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) apontaram que Hubert perdeu o controle de seu carro depois de bater em um meio-fio na pista. Ele acabou sendo lançado para o lado e atingindo as barreiras de proteção a uma velocidade muito alta.

O impacto da batida foi tão forte que as rodas do carro de Hubert foram arrancadas e a célula de sobrevivência do veículo foi destruída. O carro de Juan Manuel Correa também foi afetado pelo acidente e acabou batendo nos destroços deixados pelo carro de Hubert, o que causou suas lesões graves.

Medidas de segurança tomadas pela FIA

Após o acidente, a FIA decidiu investigar o que aconteceu e implementar novas medidas de segurança nas corridas de Fórmula 2. A entidade iniciou uma avaliação completa das proteções de barreira da pista em Spa e ordenou que algumas melhorias fossem feitas.

A FIA também realiza agora uma análise mais minuciosa dos dados coletados pelos sistemas de telemetria dos carros, o que permite identificar mais rapidamente situações de risco. Além disso, os pilotos de Fórmula 2 agora passam por um treinamento adicional de segurança.

Conclusão

O acidente de Fórmula 2 em Spa, em 2019, foi uma tragédia para toda a comunidade do automobilismo. As mortes e lesões causadas pelo acidente mostraram a importância de tomar medidas de segurança para garantir a integridade dos pilotos e dos espectadores.

A FIA vem trabalhando para implementar novas medidas de segurança nas corridas de Fórmula 2, a fim de minimizar os riscos e prevenir acidentes semelhantes a este. É importante que todos os envolvidos no esporte, desde os pilotos até os organizadores, estejam sempre atentos à segurança e à proteção de todos os que participam das corridas de automóveis.